Há professores e Professores... Há professores de Matemática (com p minúsculo) e Professores de Matemática (com p maiúsculo).

Ser professor de matemática é formar para o decorar, para o ouvir e obedecer, para o não questionar. Ser Professor de Matemática é formar para o criticar, para o refletir, para o pensar e perguntar muito.

Ser professor de matemática é trabalhar em mais um dia igual a tantos outros, é falar mais do mesmo, é fazer mais do mesmo. Ser Professor de Matemática é ansiar pela próxima aula, pelo próximo dia com os miúdos, é esperar por mais uma descoberta em conjunto, é fazer diferente e fazer melhor.

Ser professor de matemática é concordar com mitos e ideias pré-concebidas sobre a disciplina “papão”. Ser Professor de Matemática é incentivar uma relação positiva entre os alunos e a resolução de problemas.

Ser professor de matemática é preparar para o exame final do ciclo. Ser Professor de Matemática é formar para a vida.

Ser professor de matemática é ouvir constantemente “que chatice que é esta cena!” ou “Para quê que isto serve?” ou “Desisto!”. Ser Professor de Matemática é ouvir predominantemente “adoro a disciplina!” ou “foi consigo que aprendi a ganhar confiança e a demonstrar que sou capaz de fazer tudo como os outros” ou ainda “eu sempre gostei da disciplina, mas o professor conseguiu melhorá-la”.

Considero-me um orgulhoso Professor de Matemática e todos os dias agradeço os alunos que tenho.